domingo, 3 de abril de 2016

A fascinação na porta dos fundos

Não são fascistas no sentido de seguidores da ideologia. Os que atribuem ao juiz universal e as suas correias de transmissão virtudes supremas o são no sentido estrito. São totalitários que desejam exterminar os diferentes. São fascistas sim, embora os seus líderes políticos, afinal é disto que se trata, repudiem toda e qualquer intervenção estatal em defesa das classes baixas. A grosso modo: fascismo sem leis trabalhistas e direitos sociais. Ainda não chegaram ao Século XX e querem controlar o XXI. Il Duce embora morto há setenta anos era um pouco mais avançado que a horda que se espalha pelo ambiente virtual e pelas ruas. A mesma violência real e retórica dos camisas negras de um século atrás, mas também contra a jornada de trabalho limitada, a saúde e a educação públicas e gratuitas.

A intolerância das tropas de assalto ficou clara mais uma vez com a ordem unida contra o vídeo Delação, do canal Porta dos Fundos, no Youtube. Enquanto nas primeiras horas no ar a quantidade de likes e dislikes permaneceu equilibrada, chegaram juntos aos 60.000, a conjuração dos titereiros não se fez esperar. O alto comando dos bolsominions, tucanalhas, olavetes e globais ordenou aos seus zumbis que atacassem o canal. No próprio Youtube, no Facebook, no Twitter e nas demais redes sociais. 

Para eles não se pode satirizar a polícia federal. Muitos menos o juiz que já está investindo na raspa do tacho em busca de algum vestígio, inexistente na montanha de estrume que já acumulou, e o seu grupo de procuradores de palheiros. Um dos mais raivosos comandantes da reação à heresia foi o músico e youtuber Nando Moura e seu meio milhão de mesmerizados. Cito-o aqui, pois no seu vídeo resposta demonstra todo o ódio que sente contra os que dele discordam, os demais bate paus do golpismo são idênticos. O artista que se diz cristão comparou o vídeo postado no dia 02 de abril com as sátiras do canal ao cristianismo. A sua fala deixa transparecer que inconscientemente iguala Sérgio Moro a Cristo e os demais agentes da lava a jato aos apóstolos. Hábito igual a de todos os demais que também acreditam em salvadores da pátria.

A ignorância dessa turma é muito grande. Deixam claro que raciocinar é uma coisa para eles desconhecida. Acusam como motivação principal para a realização do vídeo do Porta dos Fundos os recursos autorizados via lei roubanet. As trinta moedas com as quais vendem a sacra polícia federal são os sete milhões de Reais que podem captar. Esquecem que há apenas duas semanas o coxinha de trinta e seis milhões de Reais, autorizado pela mesma lei roubanet, Cláudio Botelho, protagonizou uma das maiores aberrações do teatro brasileiro. Em cena aberta acusou de ladrões dois cidadãos que sequer são indiciados em algum processo, a presidente Dilma e o ex-presidente Lula. Por essa agressão gratuita foi amplamente aplaudido pelos mesmos que agora espumam de ódio contra o Gregório Duvivier e o Fábio Porchat. Os fascistas são incapazes de entender que muitas outras pessoas simplesmente não concordam com o seu ponto de vista e não precisam ser pagas para dizer isso.


Casos como este deixam transparecer a horda teleguiada estúpida e ditatorial que é utilizada para que os mais vis interesses antinacionais se apoderem do Brasil. São criaturas que seguem sem questionar as ordens dos traidores encastelados na imprensa e em associações de classes e empresariais. O patriotismo deles resume-se ao apoio para o time de futebol da CBF. O triunfo do golpe em andamento será uma tragédia, o retrocesso absoluto. O fim de todo e qualquer projeto nacional independente e soberano.