quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A ilusão americana

"Sejamos nós mesmos, sejamos o que somos, e só assim seremos alguma coisa."

Eduardo Prado, nascido em  27 de fevereiro


As palavaras abaixo foram escritas em 1893, muito antes das ongs financiadas pelas fundações americanas (e também européias) ditarem as normas para o comportamento social e moral dos brasileiros. Não existe um único aspecto nas relações humanas que não seja objeto da transformação do jeito brasileiro no modo de ser dos liberais americanos e seus homólogos do decadente continente. Se naquela época já eram uma influência negativa, hoje basta olhar ao redor para ver quanto avançou a obra.

"Que não há razão para querer o Brasil imitar os Estados Unidos, porque sairíamos da nossa índole, e, principalmente, por que já estão patentes e lamentáveis, sob nossos olhos, os tristes resultados da nossa imitação;
Que os pretendidos laços que se diz existirem entre o Brasil e a república americana são fictícios, pois não temos com aquele país afinidades de natureza alguma real e duradoura;
Que a história da política internacional dos Estados Unidos não demonstra, por parte daquele país, benevolência alguma para conosco ou para com qualquer república latino-americana;
Que todas as vezes que tem o Brasil estado em contato com os Estados Unidos tem tido outras tantas ocasiões para se convencer de que a amizade americana (amizade unilateral e que, aliás, só nós apregoamos) é nula quando não é interesseira;
Que a influência moral daquele país, sobre o nosso, tem sido perniciosa."


O livro A ilusão americana, escrito por Eduardo Prado, é uma excelente leitura. Principalmente para entender a amizade e a fraternidade entre os países. O livro foi censurado e recolhido durante a ditadura de Floriano Peixoto devido às críticas ao governo republicano. Obrigando o autor a se exilar na Europa para não ser preso.

Nascido em 27 de fevereiro de 1860, faleceu aos 41 anos. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras e também membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.